Nova gramática do português contemporâneo


capa-nova-gramatica-3d-nova7ª edição – capa dura

Pensando no centenário do renomado autor Celso Cunha, em maio de 2017, a Lexikon Editora lança a sétima edição de uma das mais conceituadas gramáticas da língua portuguesa com capa dura, a Nova gramática do português contemporâneo.

Esta gramática é uma descrição precisa do português atual em sua forma culta, ou seja, da língua como a têm utilizado os escritores brasileiros, portugueses e africanos do Romantismo para cá. Nela se mostra a unidade da língua portuguesa em sua natural diversidade, e uma atenção particular foi dada às diferenças de uso entre as modalidades nacionais e regionais do idioma, sobretudo as que se observam entre a variedade nacional europeia e a americana.

Houve também uma preocupação de examinar a palavra em sua forma e função, de acordo com os princípios da morfossintaxe, e de destacar e valorizar os meios expressivos do idioma, o que torna este livro, a um tempo, uma gramática e uma estilística do português contemporâneo.

Autores: Celso Cunha e Lindley Cintra
ISBN: 978-85-8300-26-6
Gênero: Linguística e Obras de referência
Páginas: 800
Formato: 15,8 x 23 cm
Preço: R$ 129,00
» COMPRAR

vendas@lexikon.com.br

3 Comentários

  1. Bruno Pinto Silva disse:

    Olá, faço constante uso de várias obra da Lexikon. A “Nova Gramática do Português Contemporâneo” é uma das obras que uso diariamente. Gostaria que encaminhassem ao editor dois fatos encontrados que talvez possam ser ajustados numa próxima impressão:

    – Na página 44, décima linha, de baixo para cima, parece-me que em vez de destacarem o Ç (cê cedilhado), destacou-se o primeiro C, que ali corresponde ao fonema /k/.

    – Na página 423, na conjugação do pretérito mais-que-perfeito (na coluna em que o pronome aparece em forma proclítica), aparece “nós vos tínhamos lavados”. Parece-me que a intenção era dizer “nós nos tínhamos lavado”.

    Espero ter contribuído positivamente.
    Obrigado.

  2. Bruno Pinto Silva disse:

    Em tempo, corrijo minha frase na mensagem enviada: “Faço constante uso de várias obras da Lexikon”.